Bloco de Carnaval Beatles Para Crianças

Teatro Clara Nunes

Temporada: De 29 de fevereiro e 01 de março
Horários: Sábados e Domingos às 16h
Ingressos: R$ 80,00 (inteira) | R$ 40,00 (meia)

Comprar ingresso


Sinopse:

Já sucesso nos bailinhos e blocos de rua de todo o Brasil, desde 2016 o projeto Beatles Para Crianças criou o seu Bloco de Carnaval. A mesma farra e a mesma empolgação dos seus shows, a banda apresenta as canções do

quarteto de Liverpool em ritmos carnavalescos. Samba, marcha rancho, maracatu, ciranda e muito mais.

E não podia faltar rock nessa festa! O quinteto BPC também abre espaço para as versões originais dos Beatles, criando um bloco cheio de ritmos e boa bagunça! Perfeito para as famílias se divertirem pra valer.

No bloco a banda promete misturar canções dos Beatles com os clássicos das músicas de Carnaval, tais como “Mamãe eu Quero”, “Jardineira”, “Me dá um Dinheiro aí” e muitas outras.

Uma festa cheia de alegria, música boa e diversão, garantem os integrantes do projeto.
O público participa do espetáculo cantando, jogando serpentina e confete, dançando em roda e fazendo as brincadeiras mais malucas de todo o Carnaval.


Serviço:

Teatro Clara Nunes – R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro – Telefone: (21) 2274-9696

Raulzito Beleza – Raul Seixas para crianças

Teatro Clara Nunes

Temporada: De 11 de janeiro a 16 de fevereiro
Horários: Sábados e Domingos às 16h
Ingressos: R$ 70,00 (inteira) | R$ 35,00 (meia)

Comprar ingresso


Sinopse:

Com o objetivo de homenagear e apresentar os expoentes da música brasileira para as novas gerações, o premiado projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’ apresenta seu mais novo espetáculo: Raulzito Beleza – Raul Seixas para Crianças, que faz sua primeira temporada na Zona Sul, depois de grande sucesso e lotação esgotada no Sesc Tijuca em 2019.

Com direção de Diego Morais, direção musical de Cláudia Elizeu e texto de Pedro Henrique Lopes, o musical infantil estreia, dia 11 de janeiro, no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea, já com duas indicações do Prêmio CBTIJ – Melhor Ator (Rodrigo Salvadoretti) e Melhor Cenário (Clívia Cohen e José Cohen). Contemplado na Categoria Especial no Prêmio CBTIJ de Teatro Infantil 2016 pela sua relevância ao teatro infantil, o projeto reúne os espetáculos “Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças”, “O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças”, “Bituca – Milton Nascimento para Crianças” e “Tropicalinha – Caetano e Gil para Crianças”, que já foram assistidos por quase 200 mil pessoas e somam juntos 12 prêmios de teatro infantil, entre outras 37 indicações.

“Raulzito Beleza – Raul Seixas para Crianças” se inspira na infância e em grandes sucessos da carreira de Raul Seixas para contar a história de um menino que era criativo demais. Tão criativo que sua falta de atenção ao mundo real começou a atrapalhá-lo na escola. A falta de foco e o excesso de energia de Raulzito traz à cena questionamentos sobre a rotina e o tratamento de crianças que apresentam traços de hiperatividade e déficit de atenção (TDAH).

Preocupados e sem entender a genialidade do filho, os pais de Raul tentam de tudo para que o menino se adeque aos moldes padrões da sociedade. Para desespero dos pais de Raulzito, Mêlo, amigo imaginário de Raul, se materializa para guiá-lo em uma viagem de descobertas e auto aceitação. Juntos, eles percebem que Raulzito não tem que ser igual aos outros, e que cada pessoa é diferente e especial do jeito que ela é. No elenco, estão Rodrigo Salvadoretti, Pedro Henrique Lopes, Elisa Pinheiro e Pablo Áscoli.

“Acredito que o ‘Raulzito Beleza’ vai emocionar e divertir adultos e crianças. A mente extremamente criativa e o espírito livre de Raul Seixas fizeram com que ele se tornasse o gênio da música que nós conhecemos. Se ele tivesse se fechado e tentado ser só mais um, nós não teríamos as grandes músicas que ele nos deixou. O espetáculo é uma ode à imaginação e à criatividade. É sobre se encontrar em você e em todos os universos que sua mente pode criar”, avalia Pedro Henrique Lopes, autor do espetáculo.

Com direção geral de Diego Morais e direção musical de Cláudia Elizeu, Raulzito Beleza – Raul Seixas para Crianças apresenta grandes sucessos do artista como “Maluco Beleza”, “Gita”, “Mosca na Sopa”, “Como Vovó Já Dizia (Óculos Escuros)” e “O Carimbador Maluco (Plunct Plact Zuuum)”, mostrando a importância do músico para as novas gerações. A trama também mostra o valor da família e das relações humanas, estimula o debate sobre as diferenças e individualidades, celebra a importância do respeito às diferentes formas de aprendizagem do ser humano e valoriza os diferentes tipos de inteligência.


Serviço:

Teatro Clara Nunes – R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro – Telefone: (21) 2274-9696

Orquestra Brasileira de Sapateado – Homo Tapiens

Teatro Clara Nunes

Temporada: De 21 de Janeiro a 12 de fevereiro
Horários: Terças e quartas às 20h
Ingressos: R$ 80,00 (inteira) | R$ 40,00 (meia)

Comprar ingresso


Sinopse:

Comemorando seus 30 anos de existência, a OBS – Orquestra Brasileira de Sapateado, vai estrear um novo espetáculo em 2020: Homo Tapiens.

Seguindo sua característica principal, a de unir música, sapateado e teatro, Homo Tapiens contará a história do sapateado, desde sua criação até os dias de hoje, sempre de forma bem-humorada.

A ciência não para de fazer novas descobertas acerca do Homo Sapiens ou do Homo Erectus. Mas sobre o Homo Tapiens ela não se sabe praticamente nada, mesmo porque ele acaba de ser descoberto pela OBS e será mostrado ao público em janeiro de 2020.

Com roteiro e música original de Tim Rescala, o novo espetáculo da OBS conta com 11 sapateadores e 4 músicos, tendo a direção conjunta de Stella Antunes, Amália Machado e Tim Rescala.

Com sua formação renovada, apresentando artistas da nova geração do tap, a OBS convidou jovens coreógrafos para dividirem 10 coreografias que integram o espetáculo. Dessa forma, o grupo segue em sua constante evolução, experimentando, ousando e, ao mesmo tempo, reverenciando o passado e mirando o futuro.

A OBS tem como característica principal do seu trabalho a utilização do sapateado como instrumento musical. A criação de uma nova coreograa não envolve, portanto, uma pesquisa apenas de movimento, ela faz parte de uma partitura musical e sonora, tocada ao vivo por sapateadores e músicos.

Em HOMO TAPIENS, este trabalho se aprofunda ao tomar por base a teoria da evolução de Darwin e através desta provocação permitir que a pesquisa comece na própria origem do movimento e nos impulsos gerados pela relação dele com os sons.

HOMO TAPIENS parte destas ideias para tratar da evolução do movimento e das sonoridades em uma livre associação com a história do sapateado.

As coreografias explorarão estes elementos não só através do calçado que os sapateadores utilizarão (ou não), mas também pela postura corporal e cênica em cada uma delas.

Esta pesquisa tem início nas sonoridades mais simples e desprovidas de muitos elementos ou acessórios e transita pela evolução dos calçados e dos ritmos que surgiram com eles, até chegar no Brasil. Sob a batuta de Tim Rescala e com os pés (e cabeças!) anados de Stella Antunes e Amália Machado, este projeto dá continuidade ao trabalho de 30 anos da Orquestra Brasileira de Sapateado, que alia sapateadores e músicos em um trabalho uníssono.

Os elementos históricos partem da pré-história, com os sapateadores descalços descobrindo ritmos tribais e a sonoridade de elementos da natureza à sua volta. A evolução do sapateado aparece nos calçados, na postura e na música que passam da Inglaterra aos Estados Unidos, onde se consolida o TAP DANCE.

O espetáculo ainda fará uma ponte entre os ritmos brasileiros: seus reflexos sendo mostrados através do Samba e do Coco, culminando com um número pós-moderno, onde a contemporaneidade é exposta através da intersecção do sapateado com o funk (e o Passinho) e com instrumentos eletrônicos. Este passeio por todos os gêneros acaba mostrando como a história, mesmo evoluindo, é cíclica.

O próprio grupo pergunta: o que virá agora? Para onde vai o homem? Vai evoluir para qual direção? Onde vai chegar? E o sapateado? E a música? Vai evoluir para qual direção?


Serviço:

Teatro Clara Nunes – R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro – Telefone: (21) 2274-9696

Isso que é amor

Teatro Clara Nunes

Temporada: De 9 de janeiro a 16 de fevereiro de 2020
Horários: Quintas às 20h, sextas às 21h, sábados às 21h e domingos às 20h.
Ingressos: Quinta, Sexta R$80,00 (inteira) | R$40,00 (meia) | Sábado e Domingo R$100,00 (inteira) | R$50,00 (meia)

Comprar ingresso


Sinopse:

Inspirado nas canções de Luan Santana, “Isso que é amor” é um musical que conta a história de Gabriel Lucas, um jovem e romântico popstar, que sonha encontrar um amor que inspire as suas criações e a sua vida. Ao compor as músicas para o próximo álbum, Gabriel fantasia uma mulher desconhecida, a vê em detalhes, sonha com ela durante as noites. A cada dia, ela lhe parece mais real. Passando por uma das cidades da sua turnê, ele a reconhece, por acaso, em uma praça: Leona. Como nas fantasias de Gabriel, os dois se apaixonam. Impulsionados por um encontro que as vezes parece mágico, em outras vezes, real, os dois jovens enfrentam obstáculos e crescem para viver esse amor plenamente.


Serviço:

Teatro Clara Nunes – R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro – Telefone: (21) 2274-9696

Cadastre-se na nossa Newsletter

Receba todas as novidades do Shopping único como Você! =)

CADASTRE-SE

Obrigado por cadastrar-se! =)